• 02 MAR 15

    P300

    • P300:

    A denominação de P300 (Positivo 300) foi criada para designar o pico positivo que ocorre ao redor de 300 ms após o início da apresentação do estímulo auditivo raro “inesperado” na pesquisa dos potenciais auditivos de longa latência relacionados a eventos. Trata-se de um procedimento eletrofisiológico que fornece substrato neurofisiológico de processos que ocorrem no córtex cerebral relacionados à cognição, como a memória e a atenção auditivas necessárias ao processamento auditivo central.

    Caracteriza-se por um grande potencial (de 10 a 20 microvolts), vértex-positivo, com latência aproximada de 300 ms, podendo variar de 270 a mais de 400 ms. Para que ele apareça, é necessário que o indivíduo processe um tipo de sinal inesperado, no nível cognitivo. Seria a manifestação eletrofisiológica da estratégia do Sistema Nervoso Central para executar uma tarefa que requer atenção. Apresenta-se dois tons com frequências diferentes, um tom raro e o outro frequente. O tom raro é apresentado de forma randômica dentro da sequência de tons frequentes.

    Principais indicações do P300:

    • Distúrbios da cognição relacionados a patologias neurológicas;
    • Distúrbios do processamento auditivo central (PAC) em crianças com distúrbios de aprendizagem;
    • Distúrbios do PAC em idosos com dificuldade de compreensão da fala em ambientes com competição sonora;
    • Detecção de simuladores de perda auditiva.